Alcione comemora 45 anos de carreira com turnê, documentário e biografia

Publicado em: 14/12/2017 11:00:00 –

Documentário e biografia vão relembrar histórias de Alcione no Maranhão, e sua chegada ao Rio de Janeiro nos anos 70
Rio – Completados no dia 21 de novembro de 2017, os 70 anos de Alcione vão render durante todo o ano de 2018. E também vai rolar o mesmo com a comemoração de seus 45 anos de carreira. As duas efemérides rendem o projeto multimídia ‘Eu Sou A Marrom’, que vai envolver ao longo do ano que vem lançamento de biografia, documentário e CD/DVD com sucessos. E claro, vai trazer a cantora em seu habitat natural, o palco e turnê. Neste sábado, ela abre nova turnê, com o mesmo nome do projeto, no Ribalta, na Barra da Tijuca, às 22h30.

Alcione
Divulgação

 

O projeto é todo marcado pela presença de hits inesquecíveis, como ‘Não Deixe o Samba Morrer’, ‘Meu Ébano’, ‘Gostoso Veneno’ e ‘Garoto Maroto’. E mergulha na história da maranhense desde a infância, quando teve as primeiras lições de música. “Sou feliz porque canto, porque nasci no Maranhão, porque sou brasileira, mangueirense e flamenguista! Faço o que gosto, e ainda me pagam por isso. Quer melhor?”, alegra-se Alcione, fazendo um balanço dos 70 anos.

Dezembro, por sinal, é o mês em que Emílio Santiago (1946-2013), um dos mais próximos amigos da Marrom, teria completado 71 anos. “Vou homenagear Emílio em algum momento da turnê. Ele era meu cantor, meu amigo, meu irmão, maior voz do mundo”.

Festeira convicta, Alcione se prepara para encontrar a família no Natal. “Vou passar a data com minhas irmãs Maria Helena e Solange, meus sobrinhos, sobrinhos-netos. Vou cheirar muito aqueles quengos! Ô, bebês cheirosos!”, brinca. “Natal é uma festa de confraternização das famílias, e adoro reunir todo mundo nessas ocasiões”.

‘RECORDAR É HISTÓRIA’

A biografia de Alcione vai ter texto de Diana Aragão, e o documentário será dirigido por Angela Zoe, da Documenta Filmes. As filmagens já se iniciaram em São Luís do Maranhão, e a estreia acontece no ano que vem. “Não teve nenhum momento duro de recordar para a biografia e para o livro. Recordar é história. Foi complicado só relembrar de meus pais, irmãos e amigos queridos que já fizeram a passagem”, conta a cantora.

 

Estrela posa ao lado dos irmãos Divulgação

Para filme e livro, as equipes mergulharam em sua trajetória desde o começo, numa orquestra de jazz regida pelo pai, passando pela chegada ao Rio – quando começou a cantar em boates. E também pelo momento em que ganhou o apelido de Marrom. “Esse apelido foi colocado em mim por dois atores comediantes muito queridos, Jacinto e Costa, que viajaram comigo no início da minha carreira. Eram pernambucanos e gostavam muito de mim. Jamais achei pejorativo. O público também me chama assim, e sei que é de forma carinhosa”, conta, lembrando também o momento em que percebeu que não tinha mais jeito, ela já era uma cantora famosa. “Foi quando cantei com nosso Rei, Roberto Carlos”, recorda ela, que dividiu o microfone com Roberto até bem recentemente, em especiais de TV como ‘Elas Cantam Roberto Carlos’. E também já havia gravado músicas dele e de seu parceiro Erasmo em outras ocasiões.

ABELHA RAINHA

Para sábado, Alcione convocou uma convidada muito especial. Maria Bethânia sobe ao palco para relembrar dois duetos que fizeram juntas: ‘O Meu Amor’ (Chico Buarque) e ‘Sem Mais Adeus’ (de Francis Hime e Vinicius de Moraes). No final, vai ter outra participação, só que da Bateria da Mangueira. “Bethânia é única. Ter esse brilho no meu show é tudo que Deus poderia me dar de melhor”, diz.

BEM DE SAÚDE

Em dezembro de 2016, Alcione foi internada e passou por uma angioplastia para colocar dois stents para desobstruir as artérias do coração. De lá para cá, perdeu quase 30 quilos e vem equilibrando a alimentação. “Estou bem de saúde, com os exames ‘zerados’. Nunca tive problemas com meus ‘quilinhos extras’, mas estou me sentindo mais bem-disposta, melhor”, conta.

 
Fonte: O DIA

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *