Com chute na cabeça, Amanda Nunes demole Holly Holm e defende título dos galos

Publicado em: 07/07/2019 às 06h10

Leoa fazia luta equilibrada até que acertou golpe derradeiro no fim do primeiro round para manter seu reinado de forma rápida, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Com chute na cabeça, Amanda Nunes demole Holly Holm e defende título dos galos

Foto: Getty Images

Você pode até achar arrogante quando Amanda Nunes se declara a melhor lutadora da história do MMA. Mas a Leoa é implacável dentro da jaula. Na madrugada deste sábado para domingo, na luta principal do UFC 239, em Las Vegas (EUA), a brasileira nocauteou Holly Holm aos 4m10s do primeiro round e defendeu o cinturão do peso-galo (até 61kg) da organização. O chute alto, utilizado pela americana quando venceu Ronda Rousey e tornou-se campeã, voltou-se contra ela pelos pés de Amanda, que acertou de forma magistral o golpe para sacramentar o triunfo.
– Me sinto fantástica. Muita gente fala que o que acontece em Vegas fica em Vegas, mas esses cinturões vou levar para casa. Eu sabia que eu ia pegá-la com esse golpe. Eu queria nocautear ela com o golpe em que ela é especialista, e foi isso. Ela era a única ex-campeã que faltava eu vencer, e eu venci. Dana, amanhã vou te ligar para resolver o que vamos fazer do meu futuro. Brasil, minha família, todos, estamos juntos, é tudo nosso. Essa semana foi especial para mim, ganhei 3 prêmios no Oscar do MMA. Gostaria de agradecer a todos meus fãs.
Holly Holm era a única ex-campeã da categoria que faltava no currículo de Amanda Nunes, algoz de Miesha Tate e Ronda Rousey. A baiana, também dona do título dos penas, “limpou” a divisão de cima por ter no cartel triunfos contra Cris Cyborg e Germaine de Randamie. Resumindo, Amanda Nunes desbancou as melhores do mundo, incluindo a atual campeã dos moscas, Valentina Shevchenko, à época na categoria de cima.
A luta
A torcida era claramente favorável à americana. Gritos de “Holly” e “USA” tomavam conta da arena. E Holm dominou o centro do octógono imediatamente. A campeã tentou atacar com um chute baixo, mas recebeu um contragolpe e se desequilibrou levemente. Aos poucos Amanda foi se soltando. Os chutes eram a principal arma da Leoa, enquanto a desafiante trabalhava os pisões no joelho com frequência. A brasileira passou a buscar o clinche, jogou joelhadas no corpo e conseguiu uma queda, mas Holm levantou rapidamente. A luta acontecia de forma equilibrada, até que a Leoa acertou um belíssimo chute alto e viu a presa cair desacordada. A melhor da história provou novamente do que é capaz.

Globo Esporte.com

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *