Contra Avaí ou Palmeiras, Flamengo de Jorge Jesus tem o mesmo ‘apetite’

Publicado em: 08/09/2019 às 08h35

Sob o comando do técnico português, o Rubro-Negro encara rivais e cenários distintos da mesma forma e seriedade. Além dos resultados, o time tem apresentado bom desempenho.

Flamengo já atua com 'a cara' de Jorge Jesus (Foto: Osvaldo Lima/Photo Premium/Lancepress!)

Flamengo já atua com ‘a cara’ de Jorge Jesus (Foto: Osvaldo Lima/Photo Premium/Lancepress!) Foto: Lance!

Quinze minutos da etapa final. O Flamengo já vence o Avaí por 3 a 0, no Estádio Mané Garrincha. O inquieto técnico Jorge Jesus chama Vitinho e o põe em campo no lugar de Piris da Motta. A decisão do treinador, em colocar um atacante e sacar um volante em uma partida já resolvida, é mais uma prova do insaciável apetite que o português impôs ao time. Independente do “tamanho” do rival, a equipe da Gávea mantém a postura e a busca constante pelo gol.
O que a equipe apresentou diante do lanterna Avaí foi o mesmo visto contra o Palmeiras, há uma semana: intensidade sem a bola, pressão sobre o jogador adversário perder a posse, objetividade atrás do gol… O resultado: vitórias por 3 a 0 sobre os time de menor e maior valor de mercado, respectivamente – segundo o site especializado “Transfermarket” -, e apresentações convincentes.
A consistência com que o time passou a desempenhar sob o comando do português é clara. O Flamengo, que venceu oito dos últimos 10 jogos, tem atuado da mesma forma, Contra o Internacional, no Beira-Rio lotado ou diante do Palmeiras ou Avaí com a Nação ao lado. Com desfalques ou força máxima. O Flamengo entra em campo com uma ideia clara de jogo e busca executá-la de maneira perfeita. E esse, por ora, é o grande mérito do técnico Jorge Jesus.São cinco vitórias seguidas no Brasileirão e liderança mantida por mais uma rodada, o que não faz o treinador perder o foco. Após a vitória sobre o Avaí, Jorge Jesus apontou falhas defensivas da equipe, ressaltando que, diante do Palmeiras, no Maracanã, o Flamengo foi mais sólido. A cobrança não para.
– Não fomos uma equipe tão sólida defensivamente como contra o Palmeiras. Não olho para 3 a 0, nem quando ganho nem quando perco. Algumas coisas que não fizemos tão bem, o Avaí no primeiro tempo teve duas oportunidades de gol. Situações que temos que corrigir, melhorar, mas não quero deixar de dar os parabéns aos jogadores do Flamengo – declarou o treinador português.

 

 

Fonte: O Lance

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *