Em busca de afirmação, Flamengo e Botafogo voltam a duelar no Niltão

Publicado em: 03/03/2018 às 08:30hs

Igor Rabello e Henrique Dourado travarão novo duelo neste sábado (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Igor Rabello e Henrique Dourado travarão novo duelo neste sábado (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo) Foto: LANCE!

No clube da Gávea, a tendência é a repetição da equipe que empatou com o River Plate (ARG) na estreia da Libertadores. O resultado, frustrante pelo gol sofrido no fim, gerou questionamentos quanto ao trabalho de Carpegiani.
O técnico, por sua vez, saiu em defesa dos jogadores e do sistema de jogo, prometendo dar sequência aos titulares que pouco atuaram juntos em 2018 – os principais nomes do elenco se apresentaram mais tarde, por conta da final da Sul-Americana, e não estavam à disposição nos primeiros jogos do ano.
Essa equipe precisa jogar para não ocorrer o que aconteceu na parte final (do jogo contra o River Plate): sentir por questões físicas. É o sexto jogo desse time. O que precisam é jogar, jogar e jogar – analisou o comandante rubro-negro.

No lado do Botafogo, Alberto Valentim vai para seu terceiro jogo no comando do time e disputará seu primeiro clássico carioca. O treinador está com moral neste início de trabalho, com os jogadores enaltecendo a evolução em campo.

O progresso do Glorioso em 2018, no entanto, passará pelo seu primeiro teste de ferro na tarde deste sábado. Para Alberto Valentim, a grandeza do adversário pesa, porém há a confiança na entrega de seus atletas no dia a dia.

– Teste (mais difícil) pra mim, não. Mas será um jogo mais complicado, sem dúvida, por se tratar da grandeza do Flamengo. Estamos crescendo, as vitórias te dão mais moral e fazem com que o ambiente fique mais leve e os jogadores mais confiantes. A forma que meus atletas treinam é incrível – analisou.
Fonte: O Lance

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *