Grêmio espera aproveitar momento instável do Ceará para se aproximar do G6

Publicado em: 09/10/2019 às 08h30

Pedro Geromel.

Pedro Geromel. Foto: Lucas Uebel/Divulgação / Estadão

Um Grêmio cheio de desfalques vai enfrentar nesta quarta-feira o Ceará, em Caxias do Sul, às 21 horas, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o objetivo de se aproximar do grupo dos seis primeiros colocados da competição. A boa notícia para a torcida gremista é a volta do zagueiro Pedro Geromel, recuperado de lesão.
Se derrotar os cearenses, o time gaúcho poderá terminar a rodada na sétima colocação, com o mesmo número de pontos do Internacional, caso o seu grande rival seja derrotado pelo CSA. O duelo contra o Ceará será disputado no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, porque a Arena do Grêmio está reservada para um show da banda Iron Maiden.
Geromel treinou normalmente nesta terça-feira e, com isso, garantiu sua volta ao time comandado por Renato Gaúcho. O zagueiro não joga desde o dia 8 de setembro, quando sofreu uma lesão muscular na partida contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. Em compensação, o Grêmio não vai contar com seu melhor jogador, Everton, que está com a seleção brasileira, assim como o meia Matheus Henrique, também convocado. Kannemann, na seleção da Argentina, também não jogará no Centenário.
David Braz, que vinha substituindo Geromel, vai continuar na equipe, desta vez na vaga de Kannemann. No meio de campo, Matheus Henrique terá como substituto Michel, jogador de características mais defensivas.
Enquanto não chega o segundo jogo das semifinais da Copa Libertadores , contra o Flamengo, no dia 23, o Grêmio vai tentar acumular pontos para se garantir na próxima edição do torneio continental, de preferência na fase de grupos – para isso, precisa terminar o Brasileirão entre os quatro primeiros.
“Vamos passo a passo no Campeonato Brasileiro. Vamos primeiro chegar ao G6 e depois subir para o G4”, comentou nesta terça-feira o atacante Pepê, que foi escolhido por Renato para cumprir a difícil tarefa de substituir Everton.
O Grêmio já disputou uma partida da atual edição do Brasileirão no Estádio Centenário. Por coincidência, foi exatamente contra o outro clube cearense que disputa a competição, o Fortaleza. Naquela ocasião, a equipe tricolor venceu por 1 a 0.
Jejum de vitórias no Ceará
Sem ganhar há nove jogos, o Ceará corre o risco de entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro na 24ª rodada. Para evitar o pior, o time precisa vencer o Grêmio. A última vitória cearense aconteceu no dia 10 de agosto, quando goleou a Chapecoense por 4 a 1, no Castelão. De lá para cá, foram seis derrotas e três empates. A sequência negativa resultou na mudança da comissão técnica – Enderson Moreira saiu e Adilson Batista chegou – e fez o Ceará cair para o 16º lugar, com 23 pontos.
Diante da situação delicada, a delegação contou com um forte esquema de segurança no embarque ao Aeroporto Pinto Martins, de Fortaleza, mas não houve qualquer protesto da torcida. O que chamou a atenção foi a ausência de alguns jogadores.
Titular na derrota para o Goiás, por 1 a 0, Leandro Carvalho sequer foi relacionado, assim como o meia Wesley. Já o atacante Lima não viajou porque não poderia atuar contra o Grêmio por questão contratual, já que pertence ao clube gaúcho.
Contra o Goiás a gente precisava propor mais o jogo no 4-2-4, mas não fluiu. Já o Grêmio é um adversário que você pode ter um comportamento diferente, um time mais reativo. O Grêmio é um time difícil, mas vamos lá para vencê-los. Essa é minha intenção”, disse em tom otimista o técnico Adilson Batista, que vai para o segundo jogo no comando do Ceará.

 

 

Fonte: O Lance

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *