Nas penalidades, Diego desperdiça cobrança e Flamengo é derrotado pelo Cruzeiro

Publicado em: 28/09/2017 00:19:56 –

Rubro-negro empatou sem gols e perdeu a Copa do Brasil nos pênaltis
Minas Gerais – Não deu para o Flamengo. Após empate sem gols, a equipe carioca acabou sendo derrotada nas penalidades para o Cruzeiro. Na decisão, os mineiros ganharam de 5 a 3. Diego acabou desperdiçando o pênalti para os cariocas. Os mineiros se sagraram pentacampeões da Copa do Brasil.

Foi a segunda final entre as duas equipes e a segunda vencida pelo Cruzeiro. Pelo Brasileirão, o Flamengo volta aos gramados na próxima segunda-feira contra a Ponte Preta, em Campinas. Já o Cruzeiro recebe o Corinthians, no domingo, no Mineirão.

Flamengo foi derrotado pelo Cruzeiro na decisão por pênaltis
Marcos Fialho/Parceiro/Agência O Dia

 

O JOGO

O primeiro tempo entre Cruzeiro e Flamengo foi muito equilibrado. A equipe carioca teve a maior posse de bola e a melhor oportunidade, mas a Raposa tinha mais facilidade para chegar com perigo no Mineirão.

Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo assustou primeiro. Com seis minutos, em cobrança de falta, Guerrero carimbou o travessão de Fábio, assustando a torcida mineira em Belo Horizonte.

O restante da partida antes do intervalo transcorreu com a equipe carioca tendo mais posse de bola, mas com uma atuação um pouco burocrática. O Cruzeiro era mais rápido e chegava com perigo. Thiago Neves teve duas oportunidades, mas acabou finalizando para fora.

Cruzeiro se sagrou campeão da Copa do Brasil Pedro Martins/ MoWa Press

 

Antes do intervalo, o Flamengo voltou a assustar em uma jogada bem feita pela direita que terminou em uma finalização de Berrío, que acabou indo para fora. Fábio estava no lance, caso a bola fosse em direção ao gol cruzeirense.

Na segunda etapa, a partida caiu muito. As duas equipes mostraram nervosismo. No começo, o Cruzeiro encurralou o Flamengo, mas teve dificuldades de penetração. Depois, o jogo voltou a ficar equilibrado com a bola muito parada no meio-campo.

Aos 33 minutos, a equipe mineira teve uma chance clara. Thiago Neves levantou a bola na área, Muralha falhou e por muito pouco Arrascaeta quase marcou, mas acabou finalizando a bola para fora.

As duas equipe se arrastavam em campo, mas seguiam na luta. Aos 39 minutos, Paolo Guerrero recebeu, cortou a zaga do Cruzeiro e finalizou de esquerda para grande defesa de Fábio que salvou os donos da casa. A partida foi para os pênaltis.

Penalidades

Henrique começou batendo e fez para os mineiros. Depois, Guerrero foi para a bola e bateu forte, Fábio quase fez a defesa, mas deixou tudo igual para o Flamengo. Léo foi para a cobrança e deslocou Muralha, fazendo o segundo para o time mineiro. O experiente Juan foi para a bola e também cobrou com tranquilidade empatando para o Rubro-negro. Hudson foi o terceiro mineiro a cobrar e também converteu. Terceiro a cobrar, Diego cobrou e Fábio fez a defesa. Diego Barbosa foi o quarto cruzeirense a bater e finalizou forte, no ângulo de Muralha. Com muita pressão, o peruano Trauco foi para a bola e converteu para o Flamengo. Último a cobrar, Thiago Neves converteu e deu o título para os mineiros.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 (5 ) X (3) 0 FLAMENGO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Ezequiel, Hudson (CRU); Pará, Guerrero (FLA)
Cartões vermelhos: –

Disputa de pênaltis:
Cruzeiro: Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves converteram os pênaltis pelo Cruzeiro.
Flamengo: Guerrero, Juan e Trauco converteram; Diego desperdiçou.

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique e Hudson; Thiago Neves, Robinho (Rafinha, intervalo) e Alisson (Élber, 30’/2°T); Raniel (Arrascaeta, 5’/1°T). Técnico: Mano Menezes.

FLAMENGO: Muralha, Pará, Réver, Juan e Trauco; Cuéllar, Arão e Diego; Berrío (Rodinei, 39’/2°T), Everton (Paquetá, 34’/2°T) e Guerrero. Técnico: Reinaldo Rueda.
Fonte: O DIA

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *