Série de contusões devasta zaga do Flamengo

Publicado em: 05/05/2022 às 08h20

Equipe do Flamengo

Equipe do Flamengo Foto: Pedro Castillo / Reuters

Problema recorrente em 2021 e apontado como uma das razões para o segundo semestre sem conquistas do Flamengo, o elevado número de lesões volta a atormentar o clube. Depois do empate por 2 a 2 com o Talleres, nessa quarta (4), na Argentina, a equipe contabiliza cinco zagueiros ao mesmo tempo sob os cuidados do Departamento Médico.

Pablo foi o último a entrar nessa lista. Aos 12 minutos do primeiro tempo em Córdoba, ele sentiu dores na coxa esquerda e deu lugar a Andreas Pereira. É o segundo problema  médico do defensor, contratado há dois meses e que atuou apenas em três ocasiões.

Além de Pablo, Fabrício Bruno e os contestados Léo Pereira e Gustavo Henrique estão em tratamento. Já Rodrigo Caio, que ainda não jogou em 2022 por conta de lesão no joelho, encontra-se em fase final de recuperação física para voltar a atuar.

Não à toa o setor defensivo anda ‘batendo cabeça’. Com o gol contra de Willian Arão, o primeiro do Talleres, o Flamengo atingiu a marca de três gols consecutivos anotados contra a própria rede. Na última rodada, Pablo e Isla já tinham feito a favor da Universidad do Chile.

Para piorar a situação, Filipe Luís, lateral que tem jogado como zagueiro pelo lado esquerdo, será reavaliado após sentir dores. O mesmo vai ocorrer com o atacante Pedro, que anotou o segundo gol do Flamengo na Argentina.

Problemas não faltam para o próximo compromisso contra o Botafogo, domingo (8), em Brasília. O técnico Paulo Sousa deve improvisar novamente Arão, manter David Luiz e apostar em Ayrton Lucas no trio defensivo contra o Alvinegro.

Fonte: O Lance

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *