Zico torce por chegada de Gabigol e alerta nova diretoria: “Se tiver gente que fez o que fez…”

Publicado em: 28/12/2018 às 09h10

Zico torce por chegada de Gabigol e alerta nova diretoria:

Foto/Alexandre Durão

Anfitrião de mais uma edição do Jogo das Estrelas, Zico foi atração dentro e fora de campo na noite desta quinta-feira no Maracanã. Após fazer dois golaços na vitória por 7 a 5 de seu time (vermelho) sobre o branco no jogo beneficente, o ídolo do Flamengo fez questão de cumprimentar cada torcedor que o abordou no estádio após a partida. Em seguida, atendeu a imprensa, e falou sobre diversos assuntos – a maioria, claro, relacionado, ao clube rubro-negro, como as especulações sobre Gabigol e a eleição de Rodolfo Landim como presidente.
Com relação ao atacante do Santos, que foi flagrado com Marcos Braz, futuro vice de futebol do Fla, em um shopping, Zico afirmou não ter conversado com o jogador sobre o assunto, mas disse ser uma boa opção para a equipe.
– É um grande artilheiro, cara de muita qualidade. Se o Flamengo fizer uma contratação dessas tem tudo para se dar bem. Foi até bom ele já ter um gostinho da torcida aqui do lado.

Gabigol no Jogo das Estrelas — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com

Gabigol no Jogo das Estrelas — Foto: Alexandre Durão/GloboEsporte.com

Zico também analisou a passagem discreta de Gabigol pela Inter de Milão antes do retorno ao Santos:

– Ele é jovem. Quando um jovem vai para exterior, cobra-se muito, ainda mais porque ele vinha de um título olímpico. Mas ele tem futuro.

Já sobre a nova diretoria do Flamengo, Zico, que declarou apoio à chapa encabeçada por Rodolfo Landim, vencedora na última eleição, fez um alerta (Zico foi diretor executivo do clube por quatro meses em 2010, durante administração de Patríca Amorim).

– Falaram que fizeram muitos acordos para serem eleitos. Eu lamento. Se tiver realmente gente que eu veja que fez o que fez com o Flamengo e comigo, eu não piso mais lá dentro enquanto eles estiverem lá.
Perguntado se alguma coisa já havia o desagradado na futura administração, admitiu que sim, mas evitou citar nomes.

– Já, já. Não me arrependo do apoio ao Landim e à equipe dele. Agora, não estou de acordo com algumas coisas que estão acontecendo ali. Não preciso dizer o que.

Confira mais declarações de Zico
Jogo das Estrelas
Fico feliz de poder oferecer esse momento. O jogador e a torcida precisam disso. Muita gente alegre, crianças com a família, mulheres… Muito bacana ver esse clima de festa em um momento complicado que vivemos em nosso estado e em nosso país.

Sobre jogar com Vinicius Junior e Paquetá
Foi complicado para mim, né? Quando eu estava indo, a bola já estava voltando. Não dava para acompanhar os dois mais o Kaká. Quando eles saíram deu para jogar mais um pouco! São dois jogadores de qualidade, com características diferentes. O Paquetá é mais de passe, o Vinicius mais de drible, verticalidade, gol. São dois jogadores que têm tudo para serem felizes na Europa e na Seleção.

Golaço por cobertura em Lomba
Quando você vê um dos melhores goleiros do Brasileirão, grande, saindo na sua frente… Ele foi meu goleiro no CFZ desde garoto. Tive que jogar a bola bem para o alto. Teve gente que achou que a bola estava indo para fora. Mas ela cai e engana todo mundo.

Flamengo inflacionando o mercado
É assim mesmo. Quando você vê um time com uma condição financeira estabilizada, todo mundo pede demais. O Flamengo teve alguns exemplos e não pode sair soltando uma grana imensa. Só tem que soltar uma grana muito grande quando for comprar um Messi, um Cristiano Ronaldo, um Neymar. Aí sim. Mas quando são os outros, tem que ser bem analisado.

Importância de ex-jogadores para passar “o que é Flamengo”
Quando você é contratado por um time, você tem que saber a história desse time. Mostrar que o Flamengo é diferente, que a torcida é diferente. Acho que muitos jogadores que são contratados, e não conhecem a história do clube. Não tem ninguém lá para dizer a história do clube. Você vai no Real, no Bayern… Será que no Flamengo não tem ninguém preparado para este cargo? Será que não incentivam? Normalmente os que são utilizados no Flamengo são coisas de pouco tempo, às vezes só para apagar alguma fogueira. O Flamengo tinha que motivar os ex-jogadores, que conhecem a história, a se especializar em alguma coisa. Para poderem ocupar cargos importantes. E quando vierem os reforços, principalmente os que não têm identificação, ajude esses jogadores. Todos os grandes títulos que o Flamengo ganhou é tudo com ex-jogador treinando o time. Você tira o Coutinho, não vê mais outro jogador na história do clube que ganhou títulos de repercussão. Isso é um sinal. Tomara que essa administração compreenda isso.

Principal desafio de Abel Braga no Flamengo
Ganhar títulos. O Flamengo hoje tem tudo. Toda uma estrutura para trabalhar bem. Não tem o que reclamar. Isso temos que fazer um elogio à administração anterior, do Bandeira, que comprou essa ideia. Quanto tive lá em 2010 foi isso, com o Alexandre Wrobel. Fomos a diversas empresas para fazer o CT, mostrando que era a opção número 1 de uma administração. Quando cheguei lá vi profissionais trocando de roupa embaixo da caixa d’água – era duro observar isso no Flamengo. E o Wrobel foi incansável nesse trabalho de convencer a todos que era importante um CT.

Falta de títulos no profissional
A base do Flamengo ganha título do sub-10 até o master. Só o profissional que está lutando, chegando perto, mas não está ganhando. Mas está se fazendo trabalho fora do campo que é importante para o clube. A estrutura para os profissionais trabalharem e darem valor a isso.

Escolha de Paulo Pelaipe como novo gerente de futebol
Isso é problema da diretoria. A diretoria que entrou já conhece ele, já trabalhou com ele e por isso deve ter as preferências dela. É um direito de cada um. É uma responsabilidade que ele tem da confiança que a diretoria está tendo nele. Tomara que ele seja muito feliz e consiga realizar o trabalho dele.

Fonte: Globo Esporte.com

Share

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *